Blog

5 passos para abrir uma loja de roupas: confira dicas e benefícios

Se abrir uma loja de roupas sempre fez parte das suas metas, saiba que você não está sozinho. No ano de 2022, o setor de vestuário cresceu 38% no empreendedorismo brasileiro. Já em 2024, esse número tende a ser ainda maior. Mas, o que leva as pessoas a investirem em uma loja de roupas? 

O segmento de vendas de roupas está entre os que mais crescem no Brasil e no mundo, sendo uma das áreas em constante atualização no mercado, com peças adaptáveis para todas as estações. 

Neste artigo, você ficará por dentro dos principais benefícios ao abrir uma loja de roupas e de algumas dicas para começar seu próprio negócio. Continue a leitura! 

Mulher branca de cabelos escuros segurando um cabide com roupa em uma mão enquanto escolhe roupas em um cabideiro em outra mão.

Benefícios ao abrir uma loja de roupas

Como citado acima, o maior benefício ao abrir uma loja de roupas é a possibilidade de atualização de acordo com a estação. Algumas peças podem até ser atemporais, se tornando úteis no verão, outono ou inverno. A sazonalidade faz com que o comércio esteja sempre presente, diferente de uma loja de moda praia, por exemplo, que tem uma alta de vendas em épocas quentes. 

Ao acompanhar as tendências e novidades deste universo, o setor de roupas estará constantemente em alta. Assim como outros ramos de negócio, é possível se beneficiar de datas comemorativas para ações específicas de comércio voltadas para o Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais, entre outros momentos especiais. 

Loja física ou e-commerce: entenda qual a melhor opção para empreender  

De acordo com pesquisa realizada em parceria com a Euromonitor, 67% dos consumidores brasileiros afirmam não se importarem com o lugar onde fazem compras (online ou offline), desde que encontrem o produto que desejam. Entretanto, ainda nesses dados, a análise mostra que até 2025, o e-commerce representará quase a metade (39%) do crescimento total das vendas no varejo. 

Esses são números alarmantes para pequenos empreendedores que pensam em única e exclusivamente, investir em lojas de roupas físicas. Embora isso não signifique a dominação total do digital, é preciso estar alerta para atualizações e integrações necessárias entre esses dois formatos de comércio. 

É por isso que estratégias omnichannel estão cada vez mais presentes no setor varejista: são aquelas em que o empreendedor integra o site da loja com o local físico, de forma inteligente. Neste outro artigo do blog, o Zendar reuniu algumas inovações do varejo que se relacionam a esse tema, também vale a pena conferir. 

Enquanto na loja de roupas física o cliente possui a experiência de analisar o produto em mãos, conferir o tamanho e decidir se aquela é a cor desejada, no mundo virtual, ele conquista a praticidade de fazer tudo com um clique.

Existem pessoas que preferem a facilidade do online, e outras, que preferem a humanização do atendimento disponibilizado no contato direto. O e-commerce tem o privilégio de economia de aluguel, documentações e gastos físicos, porém, também existem outros gastos para manter um espaço digital no ar. 

Loja de roupas com cabideiro repleto de roupas

Documentação básica para abrir uma loja de roupas

Assim como em outros ramos de negócio, para abrir uma loja de roupas existe uma série de documentação necessária. A burocracia existe no empreendedorismo, mas não pode ser um ponto negativo para dar o primeiro passo. Por isso, separamos um resumo dos documentos para sua loja física: 

  • Contrato Social;
  • Registro na Junta Comercial;
  • Abertura de CNPJ através de MEI ou ME, por exemplo: saiba em qual negócio sua empresa se encaixa;
  • Inscrição Estadual;
  • Alvará de Funcionamento;
  • Licenças – Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária;
  • Registro na Previdência Social. 

Além da documentação básica para abrir uma loja de roupas, é preciso estar ciente de outros gastos no seu planejamento financeiro inicial, como: móveis, se for um espaço físico, fornecedores, atualização de estoque, salário de funcionário (caso haja), criação e manutenção de site para um e-commerce.  

Agora que você já compreendeu as questões burocráticas e analisou as diferenças entre lojas físicas e e-commerce, vamos às dicas práticas para empreender, com esses 5 passos: 

5 passos para abrir uma loja de roupas 

Identifique o público-alvo 

Você sabe analisar o estilo de roupas das pessoas que vão frequentar sua loja? Uma boa curadoria de peças só é possível quando existe a análise do consumidor ideal que você deseja alcançar. Quanto mais você afunila o estilo que vende e a qualidade dos produtos, maior a chance da sua loja se tornar uma referência.

Analise o mercado

Depois de pensar e identificar o seu público-alvo, existem algumas perguntas a serem respondidas sobre o mercado. Se a sua loja é física, existem concorrentes na sua cidade? Alguém já vende a mesma marca que você selecionou para ser destaque? Quais estilos de roupas estão em crescimento? 

Ao responder questões como essas antes de lançar sua loja, você diminui as dificuldades que podem surgir no meio do empreendedorismo. 

Encontre a localização certa para loja física ou crie um site atraente para o e-commerce

Seja para loja física ou online, o ambiente de compra deve ser atrativo ao consumidor. Para quem deseja abrir um negócio no centro da cidade, é fundamental analisar o comércio ao redor do estabelecimento. 

Existem outras lojas de roupas próximas à sua? Se o cliente for de carro, há vagas para estacionar ou é importante pensar em estacionamento exclusivo? Lembre-se: cada diferencial conta na etapa de decisão de compra. 

Já para um e-commerce, um site atrativo pode destacar a sua marca no mercado. Dinamicidade e interatividade fazem com que o usuário navegue de forma fácil, ágil e confortável no seu comércio online. Por isso, invista em profissionais especializados na área de varejo que criem um site ideal para sua loja de roupas e mantenham a manutenção em dia.  

Divulgue a loja

No mundo de vendas, todo empreendedor trabalha com um pouco de marketing no dia a dia. É essencial entender o mínimo de divulgação digital para que sua loja de roupas tenha reconhecimento. 

Depois de identificar seu público-alvo, analise as formas de consumo na mídia, quais são as redes sociais presentes na rotina e como você pode aumentar a visibilidade do seu negócio. 

Divulgar a sua loja de roupas no meio digital é uma etapa fundamental para começar a atrair clientes para conhecer suas peças, o estilo que você vende e aumentar as chances de fidelização. 

Invista em um bom sistema de gestão 

Em ambiente online ou físico, a tecnologia pode e deve ser nossa aliada. Um sistema de gestão para lojas de roupas facilita os processos burocráticos da rotina de um estabelecimento comercial. 

Com uma solução digital adequada para o seu ramo de negócio, suas vendas são automatizadas, assim como o atendimento ao cliente e o controle de dados de outros setores da sua empresa. Dessa forma, as compras dos seus clientes são otimizadas e você alcança a possibilidade de aumento lucrativo. 

O software de gestão de lojas de roupas do Zendar, por exemplo, auxilia no controle de funções como vendas, estoque, financeiro e fluxo de caixa, além de emitir relatórios gerenciais e notas fiscais eletrônicas. 

Já decidiu qual será sua escolha? Seja um local físico ou e-commerce, agora você já sabe quais os benefícios de investir em uma loja de roupas, e como dar os primeiros passos. Quer descobrir como controlar suas vendas utilizando um sistema de gestão a seu favor? Entenda mais sobre nosso sistema ERP em Nuvem. Fale com Zendar e conheça nossas soluções.

Compartilhe este artigo!

© Zendar 2022.
Todos os direitos reservados